GT Religiões de matriz africana, educação e escola

GT RELIGIÕES DE MATRIZ AFRICANA, EDUCAÇÃO E ESCOLA

Coordenação:

  • Marcelo da Silva
  • Lattes: http://lattes.cnpq.br/3586824428775939
  • E-mail: marcelussetecordas@yahoo.com.br

 

  • Verônica Kimura
  • Lattes: http://lattes.cnpq.br/0250184022357274
  • E-mail: casadaveronicak@gmail.com

 

Comentários:

  • Vanessa Seibel
  • Lattes:http://lattes.cnpq.br/3470742816911755

 

  • Valdenesio Aducci Mendes
  • Lattes: http://lattes.cnpq.br/1361181712920994

 

RESUMO

O presente GT visa promover o diálogo interdisciplinar acerca das relações entre as religiões de matriz africana, a educação e a escola contemporânea, a partir de visões de mundo heterogêneas e contra-hegemônicas, a fim de que sejam propostas práticas educacionais que contemplem a liberdade e a laicidade do Estado brasileiro. Busca pensar os sujeitos e suas práticas em diálogo com perspectivas que reflitam sobre sua posicionalidade enquanto latino-americanos que têm vivido sob a égide de paradigmas europeus. O olhar que visamos para este grupo é aquele que desestabilize conceitos prédefinidos de experiências do Velho Mundo, introduzidas no processo de colonização, e que insira os povos na diáspora a partir da oralidade, das práticas rituais e da visão de mundo negro-africana no contexto das Américas.

Palavras-Chave: Educação; Tradições de Matriz Africana; Pós-colonialismo.

Comunicações Orais aprovadas e ordem das apresentações:

 

Dia 12/10/2018

 

Casa Espírita Vó Joaquina

Jacila Barbosa

 

Entre o terreiro e a escola – Diversidade religiosa e políticas

Verônica Kimura (UDESC) e Geovana Mendonça Lunardi-Mendes (UDESC)

 

A educação nas comunidades de terreiro

Emília G. Mota (UFG)

 

Ojinjé – Espaço de educação não formal ligado às Tradições dos Orixás

Isabel Cristina Ribeiro Rosa

 

 

Dia 13/10/2018

 

Educação em direitos humanos para crianças: Combatendo a intolerância das religiões de matriz africana

Evelyn Teixeira; Nathalia de Jesus Oliveira, Giovanna Pimentel

 

A formação de Professores e as Religiões de Matriz Africana: Entre a Lei 10.639/03 e a realidade das Escolas do Município de Curitiba e Regiões Metropolitanas

Isabella Sacramento da Silva e Edson Luiz Verbaneck da Maia (UFPR)

 

Orixalidade: a construção do Ser diaspórico

Marcelo da Silva

 

O processo de sacralização política na América Latina: Hugo Chávez como estudo de caso

Valdenésio Aduci Mendes

Acesse, curta e compartilhe:

Site da ABHR           #ABHR          Canal da ABHR no Youtube         

 Facebook da ABHR 2018           Instagram da ABHR 2018           Twitter da ABHR 2018