GT Religião e Poder no Brasil Oitocentista

GT RELIGIÃO E PODER NO BRASIL OITOCENTISTA

Coordenação:

  • Ana Rosa Cloclet da Silva
  • E-mail: anacloclet@gmail.com
  • Lattes: http://lattes.cnpq.br/6648577383927409

 

  • João Miguel Teixeira de Godoy
  • E-mail: joaomigueltgo@yahoo.com.br
  • Lattes: http://lattes.cnpq.br/8077230876092443

 

Comentários:

  • Fábio Augusto Morales
  • Lattes: http://lattes.cnpq.br/0162502837256869

 

  • Marcelo Leandro de Campos
  • Lattes: http://lattes.cnpq.br/1283367554666266

 

  • Pedro Henrique Cavalcante de Medeiros
  • Lattes: http://lattes.cnpq.br/1419821329763725

 

RESUMO

O GT propõe discutir pesquisas sobre as complexas relações entre religião, cultura e poder no Brasil oitocentista. Neste período, no qual em grande parte vigorou a união institucional entre Igreja Católica e Estado brasileiro, desenvolveu-se uma intrincada trama de relações entre as várias expressões religiosas presentes no território nacional e a política. Mesmo a Igreja Católica, considerada religião majoritária, abrigava interpretações diferentes sobre sua religiosidade, disciplina, relação com o poder estatal, com a cultura dos diferentes segmentos ou regiões do território e com as outras expressões religiosas. Adentrando a segunda metade do século XIX e começo do XX, estas relações entre as diferentes religiões e formas de religiosidade, bem como entre religião e política, sinalizaram com um singular processo de secularização no Brasil, marcado pela inegável ligação com o religioso. O GT está aberto a todas as pesquisas que tratam da relação entre religião e outros setores da sociedade brasileira no século XIX, desvendando caminhos profícuos para a compreensão da singular construção de nossa sociedade moderna e secular.

Palavras-chave: Religião; poder; secularização.

 

Comunicações Orais aprovadas e ordem das apresentações:

 

Dia 12/10/2018

 

Secularização, religião e modernidade: historicidade, contribuições e limites dos conceitos.

João Miguel Teixeira de Godoy (PUC-Campinas)

 

Relação Igreja Católica e Imprensa no século XIX: referências para compreensão do tema

Araripe Valderi Perez Castilho

 

Civilização e Progresso: a trajetória semântica de dois conceitos na imprensa católica, no Brasil da segunda metade do século XIX

Ana Rosa Cloclet da Silva (PUC-Campinas)

 

Tudo dentro da ordem: o discurso abolicionista na imprensa protestante

Pedro Henrique Cavalcante de Medeiros

 

A questão da Liberdade Religiosa à luz do neotomismo: uma análise a partir do pensamento de Soriano José de Souza (1833-1895)

Tayná Cocato Caldeira

 

Dia 13/10/2018

 

La financiación de la Iglesia Católica en la Argentina del siglo XIX

Roberto Di Stefano

 

Entre normativas e práticas: o funcionamento do padroado na fronteira do Império do Brasil (Cônego João Pedro Gay, segunda metade do século XIX)

Luciano Nunes Viçosa de Souza

 

A Irmandade do Santíssimo Sacramento de Campinas no contexto das Reformas Ultramontanas: 1847 – 1908.

Gabriel de Barros Amstalden

 

Igreja Adventista do Sétimo Dia no Brasil: Uma análise histórica sobre seu início no século XIX

Samir Domingues Costa (PUC-Campinas)

 

O Projeto de modernidade e secularização do jornal O Apóstolo entre os anos 1866 e 1875

Thaís da Rocha Carvalho (PUC- Campinas)

 

Dia 14/10/2018

 

O problema da religião e religiosidade popular na historiografia brasileira

Renan Gomes de Oliveira

 

Possessão demoníaca e infanticídio: o caso de Maria

Roberto Radünz

 

A criação de um Partido Católico no Brasil: Uma análise a partir do projeto de José Soriano de Souza (1833-1895)

Altair Ignácio Pereira Junior

 

O Ideário Pedagógico do Bispo Azeredo Coutinho no Mundo Luso-Brasileiro no início do século XIX

Luis Felipe de Lima Durval

 

 

 

 

Acesse, curta e compartilhe:

Site da ABHR           #ABHR          Canal da ABHR no Youtube         

 Facebook da ABHR 2018           Instagram da ABHR 2018           Twitter da ABHR 2018